São a maior e mais antiga equipa comédia de improviso em Portugal. Depois de anos a encher salas por todo o país, chegam agora à grande sala do Altice Arena no 31 de Maio para celebrar os 18 anos dos Commedia a la Carte. Conversámos com Carlos M. Cunha para tentar descobrir como vão celebrar esta data importante.

Esta actuação surge no final de uma digressão. Parecem uma banda que se despede do vosso último disco com um espectáculo enorme.
Eu não lhe chamaria um disco. É mais talvez uma celebração de uma data especial, 18 anos. É muito tempo e este atingir da maioridade acaba por ser partilhado com o público que nos acompanha há tantos anos.

Chegam ao Altice Arena, depois de esgotar os coliseus em 2015.
Sim, se bem que o Me… Altice Arena são 3 ou 4 coliseus na mesma sala. Mas esse é um problema não passa muito para o elenco e músicos que estão em palco. Isto é uma actividade mais da produção. Existe sempre algum risco mas é um desafio. A gente só espera que até lá não mudem outra vez o nome aquilo. (risos) Sinceramente, adorava que aquilo estivesse cheio com amigos que já vêm desde o Chapitô, do Café da Ponte, do Santiago Alquimista. Essa malta que já não nos vê e que nós não vemos há algum tempo. Conseguir juntar esse público todo que fomos criando ao longo dos anos. E outras que nunca vimos na vida, claro.

Também se não forem para ver “Os Melhores do Mundo” não vão por mais ninguém. É um nome curioso.
O problema todos os anos é da escolha do nome que vamos dar ao nosso espectáculo, que todos os anos é sistematicamente diferente. A ideia foi do César. Ao não podermos ter este ano o Ricardo [Peres], as nossas opções foram logo para o Marco Gonçalves do Brasil e o Gustavo Miranda da Colômbia, que nós consideramos dos melhores improvisadores do mundo. É só um jogo de palavras que não é para ser levado à letra.

E as pessoas que já assistiram ao espectáculo na digressão, como os convencem a ir ver este grande espectáculo?
Nós andamos a visitar a família. Andamos em digressão, a visitar os primos que moram por todo o país. E depois convidamos os primos todo para o casamento que é no dia 31 de maio. Andamos a entregar o convite para a festa da maioridade dos Commedia a la Carte.

COMPRAR