11 e 14 de Fevereiro Vários locais

Hora: Vários horários
Promotor: Produtores Associados
Preço: Até 15 €
Idade: M/06

“Às Vezes o Amor” é o único festival de música feito para o amor, sobre o amor, a pensar no amor e no dia do amor.

Está ou esteve apaixonado? Então este artigo é para si.

Texto: Sofia Canelas de Castro

“Às Vezes o Amor” é um festival apaixonado que anualmente, em fevereiro, renova votos na agenda da música nacional. Uma dúzia de espetáculos, noutras tantas cidades, promete arrepiar corações, esgotar salas e celebrar o amor à boleia do dia dos namorados. É no sábado, dia 11, e no próprio dia de São Valentim, dia 14, que muitas cidades vão ser, como se canta em Coimbra, capitais do amor em Portugal.

Já na terceira edição, o “Festival Montepio – Às Vezes o Amor” volta a apostar na “excelência, diversidade e muito talento” da oferta para assinalar esta data especial. Os artistas mais veteranos e mais recentes tocam diferentes gerações e sonoridades que “vão desde o fado ao pop rock numa mescla muito diversificada”. Mas o amor está sempre presente e “são os próprios artistas que têm a preocupação de incluir no alinhamento destes espetáculos temas ajustados ao Dia dos Namorados”, explica Luís Pardelha, diretor do festival. Afinal, “quase todos temos músicas que associamos a relações e a paixões e aos momentos mais especiais das nossas vidas”, reforça. Este é um evento 100 por cento português e que junta várias gerações de bandas e artistas mas também de público.

São duas datas, com muito para ver, ouvir e amar. 

Porto

Amor Electro – Coliseu – 14 fev (22h00)

‘Juntos Somos mais Fortes’, cantavam eles no hino da RTP para o Euro 2016. Com este e outros temas, os Amor Electro conquistaram o coração dos portugueses com Marisa Liz, imparável, na dianteira da banda que, desde 2011, tem vindo a somar êxitos e a afirmar-se como um dos projetos mais bem-sucedidos da cena musical portuguesa. Com eles, o amor é elétrico.

Viana do Castelo

Rui Veloso – Centro Cultural – 11 fev (22h00)

São músicas que fazem parte da banda sonora de muitos amores e desamores. ‘Não há estrelas no céu’, ‘Chico Fininho’, ‘Jura’ e ‘Porto Covo’, entre tantos outros, compõem a memória coletiva do rock português e Rui Veloso promete incluí-los no repertório que revisita esta noite em Viana. Na plateia, o eco está garantido. Como o próprio diz em ‘Paixão: ‘Não se ama alguém que não ouve a mesma canção’.

Castelo Branco

Aurea – Cine-Teatro Avenida – 11 fev (22h00)

‘Restart’, álbum de 2016, pode também expressar, em português, o ‘recomeço’ da esperança a cada novo amor. Com Aurea, o São Valentim em Castelo Branco faz-se no embalo do jazz, do soul, do rock e da pop. Uma mescla de estilos, ao estilo da artista que canta descalça, com as emoções à flor da pele e com uma voz envolvente que promete aquecer os corações apaixonados.

Leiria

André Sardet – Teatro José Lúcio da Silva – 14 fev (22h00)

Protejam-se os apaixonados em Leiria que André Sardet promete ‘arrasar’ com todo o seu charme e o poder de sedução das suas canções. Afinal, não é à toa que os singles ‘O Azul do Céu’ e ‘Foi Feitiço’ permaneceram por 55 semanas no top de vendas nacional, ultrapassando as 150 mil cópias vendidas – o que lhe valeu chegar à marca de sete platinas. Vem aí um espetáculo cheio de romantismo. 

Aveiro

Jorge Palma – Teatro Aveirense – 11 fev (22h00)

Impossível ficar indiferente às atuações ímpares de Jorge Palma. O tom descontraído, intimista e informal cola-se-lhe às canções que embalam já mais de 40 anos de carreira e lhe valeram dois Globos de Ouro na categoria de Melhor Intérprete. Pelo seu último disco, ‘Com Todo o Respeito’, Jorge Palma foi ainda galardoado pela SPA. Vicente Palma e Gabriel Gomes (ex-Madredeus e Sétima Legião) acompanham-no no seu formato acústico. 

Lagoa

Paulo Gonzo – Centro de Congressos do Arede – 14 fev (22h00)

Falar de Dia dos Namorados sem nomear algumas das mais famosas músicas de Paulo seria deixar o tema incompleto. Canções como ‘Dei-te quase tudo e ‘Sei te de cor’ são sabidos de cor por fãs de todas as idades e é certo que vão fazer-se ouvir bem alto entre a plateia.

Vila Nova de Gaia

Rita Guerra – Centro Cultural e Social do Olival – 11 fev (22h00)

São já 30 anos de sucessos, muitos fãs e seguidores nas redes sociais – no Facebook, são mais de 500 mil – e uma grande dose de paixão a cada nova música. O amor dá o mote para mais este espetáculo no qual a voz da cantora faz metade do ‘serviço’. Tempo para revisitar êxitos de carreira e do seu mais recente disco ‘No Meu Canto – O melhor de Rita Guerra’.