11 de Junho MEO ARENA

Hora: 19:00
Promotor: Everything Is New
Preço: De 30,00 a 80,00€
Idade: M/06

Ariana Grande chega a Lisboa com a ‘Dangerous Woman Tour’. Depois de, há um ano, a sua estreia ter sido “adiada” no Rock in Rio, muito fãs esperam agora que a norte-americana os compense. Querem um espetáculo memorável. Dia 11 de junho no Meo Arena.

Texto: José Manuel Diogo com Sofia Canelas de Castro

Quando à última da hora, a brasileira Ivete Sangalo substituiu Ariana Grande na edição do ano passado do Rock in Rio não conseguiu apagar a desilusão dos milhares de fãs que há muito esperavam para ver e ouvir a pequena Ariana. Até porque, apesar de a cantora ter alegado uma infeção na garganta, todos continuaram a vê-la a publicar fotografias nas redes sociais… em passeio pela Grécia.

Desta vez, 11 de junho é dia de não perder a estreia de Ariana no Meo Arena. Pela primeira vez a Lisboa com ‘Dangerous Woman Tour’ – traduzido à letra, “Digressão da mulher perigosa’, nome do terceiro disco da cantora, lançado em 2016 – espera-se que compense os fãs nesta, que é, até à data, a sua maior digressão – Ao todo são 18 concertos em países como a Dinamarca, Holanda, Itália e, claro, Portugal.

O álbum que dá mote à digressão inclui temas que fazem as delícias do público, casos de ‘Into You’, ‘Let me love you’ (uma parceria com Lil Wayne) ou ‘Side to Side’, dueto com Nicki Minaj, que mostra o lado mais ousado de Ariana num estilo reggaepop.

O ar de menina frágil e naïf (mede apenas 1,53 m) não deixam adivinhar a força vocal e a presença poderosa que arrastam multidões e provocam reações às vezes extremadas. Mas a menina fez-se mulher. A sua música ganhou maturidade desde o seu debut, em 2008, quando Ariana se apresentou como ‘Charlotte’ no musical ‘13’, nos palcos da Broadway.

Em 2013, com o lançamento do seu primeiro single, chegou ao Top 10 da tabela da Billboard. ‘The Way’, feito em parceria com o rapper Mac Miller, tinha um toque nostálgico e uma sonoridade que levou muitos a equipará-la à Mariah Carey das décadas de 1990 e 2000. Nenhuma das duas gostou da comparação e, pela Internet, foram ecoando trocas de ‘galhardetes’, onde até Demi Lovato, (grande amiga de Ariana) saltou em sua defesa.

Em nome próprio teve mesmo Ariana de se defender quando, em 2015, um vídeo revelado pelo site TMZ a expôs a lamber um donut e a dizer que odiava o seu país e os norte-americanos. “Tenho muito orgulho em ser americana e sempre deixei claro que amo meu país”. “O que disse num momento íntimo com um amigo, que estava a comprar donuts, foi retirado de contexto, lamento muito a minha escolha de palavras”, disse.

Perigosa. Encantadora Poderosa. Hoje, aos 23 anos, Ariana Grande tem mais de 10 milhões de seguidores nas redes sociais, a provar uma enorme devoção a esta pequena cantora de dimensão universal.