A Casa de Bernarda Alba em cena no Parque da Liberdade, em Sintra.

Bernarda, uma mulher fria e autoritária, mantém a ordem e uma, aparente, tranquilidade em sua casa. Viúva pela segunda vez, Bernarda, obriga as suas cinco filhas solteiras, Angústias, Madalena, Martírio, Amélia e Adela, a um luto de oito anos, tempo de clausura e silêncio. Com a ajuda da sua fiel empregada, La Poncia, mantém tudo sob um domínio esmagador, vigiando cada passo, cada respiração, perseguindo de perto cada movimento das cinco mulheres solteiras. Uma ditadura matriarcal que não olha a meios para impedir que o amor e a paixão aconteçam.

Uma história envolvente, para ver ao ar livre, durante os meses de junho, julho, agosto e setembro.

COMPRAR