Uma comédia para assistir até maio, no Teatro Independente de Oeiras.

Uma família com muitos apelidos, poucos princípios e que mal se conhece. Augusto, o pai, é advogado e ganhou notoriedade no meio jurídico a defender políticos e banqueiros. A mãe, Matilde, é psiquiatra e desconhece o que se passa na própria casa, mas sabe tudo o que se passa na política e nas finanças. Têm dois filhos, o Duarte e a Maria. Maria para assumir a sua sexualidade, quer obrigar o namorado, o Gonçalo, a mudar de sexo. A empregada Emília renúncia à luta de classes.

COMPRAR