No princípio era a água, era o embalo, o aconchego. Á medida que vai desenvolvendo e começa a absorver tudo o que o mundo tem para lhe dar, parte para as brincadeiras.

O chapinhar no banho que traz a magia própria das gotas de água. Presenciar o rebentar das ondas que se perdem na areia, o som que transmite a calma e traz consigo um gelado arrepio que percorre o pé quando entra em contacto. A água é o primeiro ninho do bebé, é maternal por natureza, um colo que ele reconhece ao primeiro suspiro e que lhe deu conforto durante grande parte da sua jornada na barriga da mãe. Os olhos fecham, o som adormece, os salpicos transformam-se em magia. O mundo dos sonhos está em estado líquido, puro e cristalino. Preparada para si encontra-se a 57ª produção do T.I.O, no Teatro Independente de Oeiras, aos domingos dos meses de dezembro, janeiro e fevereiro. Um espetáculo interativo, para bebés dos 6 meses aos 3 anos, que sensibiliza para a relação entre o bebé e a água.

COMPRAR