Oresteia é um conjunto de três peças do dramaturgo grego Ésquilo: Agamémnon, Coéforas e As Euménides.

É por muitos considerada a grande obra-prima de Ésquilo e da literatura ocidental. Está em cena no pequeno auditório do Centro Cultural de Belém de 17 a 24 de fevereiro. Quando ouvimos falar de tragédia grega vem-nos logo a imagem de deuses e heróis distantes, guerras, mortes, destino… O destino dos homens na mão dos deuses, o destino dos homens nas suas próprias mãos. E o que fazer quando os deuses nos põem à prova? Ou quando escolhemos o nosso próprio destino? Seremos deuses? Confrontar-nos com um texto destes é sermos convocados a fazer parte dele e, enquanto indivíduos, a fazer parte do espetáculo; tomarmos partido e continuarmos a pensar sobre o papel da cidade na vida dos homens.

Comprar