Dias 16 e 17 de dezembro, um espetáculo de Ballet coreografado por Daniel Cardoso, intitulado de Disconnect, vai estar nos Recreios da Amadora, em Lisboa, à sua disposição.

O que é uma personalidade senão a face adotada para sobreviver? A duplicidade, a dissimulação, a absorção de 1 identidade, de várias identidades, são o espelho que reflete o conveniente a uma multidão solitária que se alimenta de si própria. A realidade é que cada um usurpa a máscara que lhe convém para sobreviver. Mesmo nos momentos de solidão a duplicidade pode prevalecer, faz-se por acreditar que é genuína, mas a genuinidade está cada vez mais distante. A uma velocidade vertiginosa, fugimos cada vez mais da nossa essência devido à pressão imposta pela sociedade. Participamos numa corrida contra o tempo e quem sabe, até contra nós próprios. Os momentos em torpor são talvez os verdadeiramente verdadeiros. Disconecte-se e aproveite um grande espetáculo de dança que se debruça sobre esta temática.

COMPRAR