Depois de esgotar o seu primeiro solo “Cego, Surdo e Mudo” e de correr o país com a tour de “Overdose de Tourette”, Rui Cruz volta aos palcos com um novo espectáculo de stand-up comedy: Homem Branco Privilegiado.

E se antes Rui Cruz estava irritado, agora está deprimido. Ficou solteiro, mudou de casa, está mais velho, engordou, vive num mundo que não entende e numa sociedade em que não se enquadra. Basicamente perdeu a esperança e só não se mata porque não tem um fato bonito para o velório. No entanto, não se pode queixar muito, porque no meio de todos estes problemas teve a sorte de nascer um homem branco.

“Homem Branco Privilegiado” é tudo aquilo que é Rui Cruz: amargo, pesado, negro e por vezes doentio, mas sempre acutilante e pertinente, sem tabus ou pedidos de desculpa. E, acima de tudo, é tão real que dá vontade de rir. Rir para não chorar, dia 9 e 10 de fevereiro, na Escola Profissional de Aveiro e no Espaço Toca, em Braga, respetivamente.

COMPRAR