Sara Baras é uma dançarina e coreógrafa espanhola, natural de Cádiz, que vem até Portugal para apresentar o seu projecto intitulado “Sombras”.

O espetáculo apresenta uma nova coreografia, com danças mágicas e únicas, e com o selo Sara Baras bem presente, ao seguir o ritmo do flamenco e de outras culturas incorporadas. O trabalho marca o vigésimo aniversário do “Ballet Flamenco Sara Baras”, cujo fio condutor é “La Farruca”, uma dança que acompanhou Sara durante os seus 20 anos de carreira, e com a qual viveu imensos sucessos e moldou-se enquanto pessoa.

“Sombras”, que vai ser apresentada no Salão Preto e Prata do Casino Estoril nos dias 10 e 11 de maio, propõe uma viagem através do tempo, das cores, do silêncio e do ruído, da multidão e solidão, da luz e das sombras. O espetáculo pretende levar o espetador a sítios novos onde se vão reconhecer, descansar e sentir.

A direção e cenografia ficaram a cargo da própria Sara Baras, que também é bailarina, Keko Baldomero é o diretor musical, enquanto José Serrano e Tim Ries, famoso saxofonista norte-americano, são os artistas convidados.

COMPRAR