Wagner e H. Berlioz deixaram para a história da música dois ciclos de canções que revelam o génio de cada um: os “Wesendonck lieder” e “Les nuits d’été”.

São canções de um lirismo exacerbado e que espelham uma grande paixão, espelhando a época na qual os dois compositores viveram e inspiraram-se para a criação destas obras. Estes dois ciclos serão interpretados pela internacional soprano portuguesa Elisabete Matos e pela Orquestra Sinfónica de Castilla e Léon. A cantora também estreia a obra do compositor Nuno Côrte-Real, intitulada de Canções Helénicas, sobre poemas de Sophia. Este pequeno trecho ao estilo de Bach e de Händel, integrou a reposição da música incidental “As Ruínas de Atenas”, substituindo a anterior abertura. A não perder no Centro Cultural de Belém – Grande Auditório, em Lisboa, dia 20 de janeiro.

COMPRAR