A Procura” é um substantivo transitivo que se traduz pela diligência de encontrar, buscar, investigar, desejar, pretender…e é nesta viagem incessante que Tiago Bettencourt nos guia num caminho trilhado em nome próprio, neste sexto disco da sua carreira.

Entre a acústica trovadoresca, O Pop entrelaçado com a eletrónica e teclados vintage mas sempre com a sedução atual. Uma melancolia apaziguadora no recorte das 11 intensas canções que possuem, paralelamente, uma grande contenção na sua forma.

Este projeto vai a vários quadrantes musicais que Tiago Bettencourt já nos habituou e mais além ainda, abrindo uma nova porta para o inesperado. De resto, as letras tem o dom de nos transportar numa visão, num sentimento e para determinados momentos, porque são os momentos que nos definem, nesse instante perene no qual o tempo e o espaço parecem não existir. Dia 13 de janeiro, no Cine-Teatro Avenida, de Castelo Branco.

 COMPRAR