O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Moita, vai ser o palco do espetáculo de dança “Tristão e Isolda”, no dia 3 de novembro. Apesar de ter como plano de fundo a ópera de Wagner, a coreografia tem a sua própria viagem sensorial que está fora das narrativas convencionais. A obra aborda grandes temas como a irracionalidade, o desejo e a dependência do humano perante o amor e a mulher. Com apenas dois bailarinos em palco, da Companhia de Dança Contemporânea de Évora, “Tristão e Isolda” cria um encontro entre dança, teatro, música, arquitetura de cenas e tópicos que potenciam um discurso contemporâneo sobre a condição humana.

COMPRAR