DIA 28 DE JULHO, YURI DA CUNHA VOLTA A PORTUGAL, PAÍS QUE CONSIDERA UMA SEGUNDA CASA. REGRESSA PARA UM CONCERTO ONDE PROMETE MUITAS SURPRESAS. O ESPETÁCULO TEM INICIO ÀS 21H30 NO TEATRO TIVOLI BBVA, LISBOA.

Ao longo da sua carreira, Yuri da Cunha ganhou inúmeros prémios como Melhor Videoclip da RTP, Melhor Música do Ano dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, Melhor Disco do Ano, Melhor Produção Discográfica, Melhor Semba ou ainda Melhor Kizomba, entre outros. O seu estilo muito peculiar que mistura o Semba, a Kizomba e a Rumba, confere um ritmo muito próprio aos concertos, que são autênticas celebrações da música de Angola, com toda a energia e emoção que o caracteriza.

Como se sente com o regresso a Portugal?
Sinto me sempre muito bem em Portugal pois para mim, nem considero um regresso porque Portugal está sempre comigo.

Os fãs portugueses distinguem-se dos demais?
Vivi em Portugal pelo que tenho que confessar que sim, é uma segunda casa.

Portugal é um país estratégico na sua carreira? 
Sim bastante como qualquer um dos outros países lusófonos, mas sempre com aquele carinho especial.

O que é que os fãs podem esperar em relação a este concerto?
Novos temas, novas danças e muita muita alegria.

Quais são os seus projetos para o futuro? 
Estamos a trabalhar num novo álbum.

COMPRAR